Assembleia geral da BALADI

No passado dia 27 de Julho de 2019 deslocaram-se vários membros do Conselho Directivo dos Baldios dos Lugares da Extinta Freguesia de Vilarinho a Vila Real com vista a participarem na Assembleia Geral Eleitoral da Baladi – Federação Nacional dos Baldios. Esta deslocação permitiu não só a participação na mencionada eleição, mas também um aprofundamento no conhecimento do funcionamento interno da Baladi por parte dos membros do Conselho Directivo.

Na reunião foram tratados vários temas, entre os quais o actual quadro jurídico dos baldios e a problemática dos incêndios. Merece destaque a discussão em torno do estatuto tributário de parques eólicos e parques solares fotovoltaicos, que actualmente são sujeitos ao pagamento de IMI, sendo que, foi a opinião generalizada da assembleia, tal devia ser revisto uma vez que consubstancia uma óbvia injustiça.


 
Quanto à problemática dos incêndios foi notado que apesar de se terem dado inegáveis avanços desde os grandes incêndios de 2017 ainda hoje em dia existe uma grande vulnerabilidade nas áreas da prevenção, gestão, planeamento e combate. Com vista a defrontar esse grande desafio com sucesso o principal projecto que foi apresentado foi a criação de agrupamentos de baldios, de modo a que assim existisse uma maior disponibilidade financeira que permitisse que cada agrupamento tivesse um técnico superior e uma equipa de sapadores ao seu serviço. Neste momento foi destacado o formidável estado em que se encontram os Baldios dos Lugares da Extinta Freguesia de Vilarinho uma vez que eles já contam entre os seus colaboradores com uma Engenheira e com uma equipa de sapadores inteiramente dedicados ao seu serviço.

A assembleia terminou com a eleição dos novos órgão sociais para os próximos três anos, eleição essa que pretende, conforme a expressa declaração do presidente eleito, uma certa renovação e rejuvenescimento da direcção da Baladi com vista a transpor os desafios que se desenham nos tempos mais imediatos. Também no que a isto diz respeito foi opinião consensual entre os membros do Conselho Directivo que até ali se deslocaram que será vantajoso, num ciclo futuro, ter representantes dos Baldios dos Lugares da Extinta Freguesia de Vilarinho entre os eleitos para estes órgãos nacionais.

A deslocação a Vila Real foi, como tal, profundamente vantajosa para o prosseguimento da missão dos baldios, a saber, uma gestão criteriosa do espaço florestal de propriedade comunitária, capaz trazer proveitos imediatos para as populações dos diversos lugares e de, ao mesmo tempo, preservar essa riqueza para gerações futuras.